sábado, 16 de novembro de 2013

PARA SE ROUBAR UM CORAÇÃO




Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto,
não se alcança o coração de alguém com pressa.
Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado.
Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente.
Conquistar um coração de verdade dá trabalho,
requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança.
É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.



Para se conquistar um coração definitivamente
tem que ter garra e esperteza, mas não falo dessa esperteza que todos conhecem, falo da esperteza de sentimentos, daquela que existe guardada na alma em todos os momentos.
Quando se deseja realmente conquistar um coração, é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso, é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes,
que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho, entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.
...e então, quando finalmente esse coração for conquistado, quando tivermos nos apoderado dele,
vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco.
Uma metade de alguém que será guiada por nós
e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração.
Eles sofrerão altos e baixos sim, mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria.
Baterá descompassado muitas vezes e sabe por que?
Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós.
Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio, esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria, sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava.
... e é assim que se rouba um coração, fácil não?
Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade,
a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então!
E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida a fora que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém... é simples...
é porque elas não possuem mais coração, eles foram roubados, arrancados do seu peito, e somente com um grande amor ela terá um novo coração, afinal de contas, corações são para serem divididos, e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.
Luís Fernando Veríssimo

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

SIMPLESMENTE TE AMO





SIMPLESMENTE TE AMO



Angelo Sansivieri


Estou loucamente perdido de paixão por você,
já não agüento mais ficar, só nas entrelinhas,
quero você em todos os seus momentos,
em seus movimentos dentro da noite,
sentir aquele beijo,
gostar da sua boca, amar teus seios.

Já, não mais suporto ficar longe deste teu
corpo que emana o veneno que necessito,
delirar na sua respiração,
dar - lhe, o toque, final.
Entrelaçar - me, em suas entranhas,
com tamanho desejo, estoca - lá,
com carinho dentro do rito sensual,
entre dois corpos,
deslizar em sua pele, com minha mão,
tatear teu corpo com olhos fechados,
e gravar em minha mente o contorno
do seu doce corpo.



A música ao fundo, aumenta o calor
e o vinho, faz meu sangue acelerar
os vasos sanguíneos, enrijecendo o meu sexo.
Tenho passado noites e noites, em busca
de uma força, que alivie o meu sofrimento,
de estar tão longe assim de você,
de ficar imaginando como seria a nossa
sintonia no palco, a cama.

Meus sonhos são reais, a cada sonho,
eu acordo todo molhado,
e me dou conta que gozamos juntos,
pois o seu perfume
é permanente em minha mente,
ele exala por todo o meu corpo,
aumentando ainda mais a paixão,
que sinto por você.



Eu te quero, eu te desejo,
será que dá prá você perceber,
que já esta na hora de se
deixar envolver por meus carinhos,
e abraçar esta relação de amor,
tesão e paixão,

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

VALE A PENA





VALE A PENA

Abro-me ao novo tempo.

Não me importo se ele trás

lágrimas ou tormentos,

pois se não há vida bela,

belos são os momentos

que hei de levar

da estações dos amores,

que floresceram em primaveras

ainda que em outonais cores,

mas sempre a desfolharem alento.

Vale a pena o instante

onde cabe tanto

em tão pouco espaço,

quem sabe, o de um quarto.

Valem as chegadas

apesar das tristes partidas.

Valem os amores

que como o perfume de flores

de algum modo pousam guirlandas

onde antes haviam dissabores.

Tudo o mar devolve

e um dia o amor maior volve

nas areia brancas da esperança

e, por isso mesmo,

vale a pena ousar

como criança

e se consumir em querer.

Se assim não for,

melhor morrer,

porque mortos já estão

os que em solidão

vivem em resguardos vãos

temendo demais

o que vale a pena viver.

(by: Maria Lucia Victor)


quinta-feira, 30 de maio de 2013

SER FELIZ





de Augusto Cury

 


SER FELIZ

Ser feliz não é ter

um céu sem tempestades,

caminhos sem acidentes,

trabalhos sem fadigas,

relacionamentos sem decepções.

Ser feliz é

encontrar força no perdão,

esperança nas batalhas,

segurança no palco do medo,

amor nos desencontros.

Ser feliz não é apenas

comemorar o sucesso,

mas aprender lições

nos fracassos.

Ser feliz não é apenas

ter júbilo nos aplausos

mas encontrar alegria

no anonimato.

Ser feliz é reconhecer

que vale a pena viver a vida,

apesar de todos os desafios,

incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz não é

uma fatalidade do destino,

mas uma conquista de quem sabe viajar

para dentro do seu próprio ser.


Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas

e se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si

e ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz, é não ter medo

dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um “não”.

É ter segurança para receber uma crítica,

mesmo que injusta.

É beijar os filhos, curtir os pais!

É ter momentos poéticos com os amigos,

mesmo que eles nos magoem.
Ser feliz é deixar viver

a criança livre, alegre e simples

que mora dentro de cada um de nós.

É ter maturidade para falar:

“Eu errei”.
É ter ousadia para dizer:

“Me perdoe!”

É ter sensibilidade para expressar:

“Eu preciso de você”.

É ter capacidade de dizer “Eu te amo”.

E, quando você errar o caminho,

recomece tudo de novo.

Pois assim você será cada vez

mais apaixonado pela vida.
E descobrirá que...

Ser feliz não é ter uma vida perfeita.

Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.

Usar as perdas para refinar a paciência.

Usar as falhas

para esculpir a serenidade.

Usar a dor para lapidar o prazer.

Usar os obstáculos para abrir
as janelas da inteligência.

Poemas Para As Bailarinas








Poemas Para As Bailarinas



A minha poesia é uma bailarina ...
Repleta de purpurina ,
Que sempre muda de personalidade ...
De acordo com a música na verdade !

Seu palco é o universo ...
Misterioso do verso ,
Que é doce , mas ao mesmo tempo perverso !

Esta poesia bailarina não para de girar ,
Quando deseja beijar e amar ,
Na luz misteriosa do luar ...
Com seu vestido azul do mar !

A minha poesia é uma bailarina ...
Cheia de adrenalina !
Seu par é o lindo poema ...
Com cheiro de alfazema .

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.

Não conhece nem mi nem fá
Mas inclina o corpo para cá e para lá

Não conhece nem lá nem si,
mas fecha os olhos e sorri.

Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar
e não fica tonta nem sai do lugar.

Põe no cabelo uma estrela e um véu
e diz que caiu do céu.

Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.

Mas depois esquece todas as danças,
e também quer dormir como as outras crianças.

A vida é uma peça de teatro
Que não permite ensaios
Por isso, cante, dance, ria e chore
E viva intensamente cada momento
Da sua vida, antes que a cortina
Se feche e a peça termine sem aplausos.



Não peça pra DEUS guiar
seus passos, se você não
estiver disposto a mover
seus pés.



Já se torna normal para uma bailarina hábitos como :
Enquanto conversar com alguém, subir na meia ponta ;
Atravessar o corredor dançando ao invés de andar ;
Dizer que assistir TV é hora de se alongar ;
Fazer pirouettes pela casa ;
treinar os grand jetés ao andar ;
E principalmente sempre contar até 8 antes de fazer algo.
Acredito em apenas uma teoria que possa justificar tais hábitos
parece mágica, é como se o Ballet estivesse presente no sangue,
e corresse pelas veias, fazendo-nos dançar, dando-nos tal liberdade de sonhar.
E essa é a melhor das sensações!





E elas ficam assim horas e horas apenas para serem feliz ..



E com a dor elas se acostumam para poder dançar, sua maior paixão!



Eu vejo algo de especial nelas .. Elas não dançam há procura da perfeição
e sim a procura da felicidade.



O dia que você aprendeu a dançar, você renasceu !




SITE BALLET CLÁSSICO







quarta-feira, 29 de maio de 2013

CONFIDÊNCIA




CONFIDÊNCIA


Não preciso do sol, pois teus cabelos
tão claros também podem me esquentar;
não preciso dos astros, para vê-los,
basta-me olhar de perto o teu olhar.

Não preciso de música, depois
de ter ouvido a tua voz macia
- doce sonata, que a prender nós dois,
meus pesares transforma em melodia.

Não preciso de jóia ou bibelô,
porque, na tua silhueta magra,
a natureza pródiga talhou
a mais linda boneca de Tanagra.

Preciso, apenas, desse teu encanto,
dessa ternura que teu rosto tem,
dessa simplicidade que amo tanto,
por não havê-la visto em mais ninguém.

autor: Aristheu Bulhões