sábado, 25 de maio de 2013

A LÁGRIMA












A lágrima que mais dói não é a que na face corre.

A que mais nos corrói é a lágrima disfarçada,
aquela que é sustada,
que não pode aparecer.

Que morre na garganta, sufoca, explode, espanta,
procura disfarçar...num riso desapontado,
ou num olhar desviado, não podendo soluçar.

É aquela que por dentro, num solavanco mudo,
parece que rompe tudo, em borbotões de soluço,
o pranto vai envolvendo.

Como é difícil enganar!
Não é a lágrima caída que é a mais dolorida.

É aquela que é engolida, e que por dentro escondida,
faz o peito soluçar.
Enquanto o sorriso aflora, o coração é que chora,
sem poder demonstrar...






POLÍTICA DE PRIVACIDADE
All Rights Reserved by Lilian Poesias
Direitos autorais protegidos pela Lei 9.610 de 19.02.1998.
Copyright © desde 15/11/2003. Todos os direitos reservados.
Powered by © Lilian Poesias