quarta-feira, 28 de março de 2012

RECEITA PARA SE FAZER AMOR









RECEITA PARA SE FAZER AMOR

Walter Pereira Pimentel


Vê como o amor é construído!
Tomam-se um homem e uma mulher
Para simplificar, se quiser
Pode denominá-los companheira e marido



Abre-se o coração de cada um com cuidado
O sorriso, a mente, as mãos e tudo mais
Para colocar ali, em pequenas porções, ternura e paz
Dando-se um tempo para que seja fermentado



Assim rapidamente a receita fica concluída
Pronta e no ponto para ser consumida
A dois, de preferência, vamos experimentar?



Basta colar nossos corpos, misturar prazeres e gozos
Ah! Nada há na vida, mais excitante ou mais gostoso
Vem construir o amor comigo! Vem me amar!




DOIS EM UM



Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada. Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável. Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável. Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto. Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém.


John Lennon




terça-feira, 27 de março de 2012

O AMOR QUE TRANSCEDE



Vida É o Amor existencial.
Razão É o Amor que pondera.
Estudo É o Amor que analisa.
Ciência É o Amor que investiga.
Filosofia É o Amor que pensa.
Religião É o Amor que busca Deus.
Verdade É o Amor que se eterniza.
Ideal É o Amor que se eleva.
Fé É o Amor que se transcende.
Esperança É o Amor que sonha.
Caridade É o Amor que auxilia.
Fraternidade É o Amor que se expande.
Sacrifício É o Amor que se esforça.
Renúncia É o Amor que se depura.
Simpatia É o Amor que sorri.
Trabalho É o Amor que constrói.
Indiferença É o Amor que se esconde.
Desespero É o Amor que se desgoverna.
Paixão É o Amor que se desequilibra.
Ciúme É o Amor que se desvaira.
Orgulho É o Amor que enlouquece.
Sensualismo É o Amor que se envenena.
Finalmente, o Ódio , que julgas ser a antítese do Amor, não é senão o próprio Amor que adoeceu gravemente.



Chico Xavier


ONDAS COLORIDAS


Ondas Coloridas

E na onda azul e na onda azul ...
Vem a paixão do Sul !

E na onda rosa e na onda rosa ...
Vem a brisa da costa !

E na onda verde e na onda verde ...
Vem a saudade com sede !

E na onda vermelha e na onda vermelha ...
Vem a flor que te espelha !

E na onda branca e na onda branca ...
Vem a paz que encanta !

(Alberto Leal - 1 dezembro 2004) 




CRIAÇÃO



Criação

Na tristeza ou na alegria,
Talvez por nostalgia,
Viajo em busca da poesia.

Sinto a beleza da criação,
Que invade minha alma,
Procurando a inspiração.

Sorriso sem sentido,
Tentativa de controle,
Ordem no caos sem razão.

Enfim,
Veias abertas da emoção,
Transpiro palavras de amor,
Carregadas de paixão.

(Alberto Leal - 9 dezembro 2004)




domingo, 25 de março de 2012

MINHA HERANÇA




MINHA HERANÇA


Deixo-lhe minha vida!

Não a que me foi prometida...

Mas este emaranhado de sentimentos

Que se abriu em intensas feridas,

Pois não encontrou o esquecimento.

Deixo-lhe minha essência imortal!

Uma alma ora triste e atormentada,

Perdida nas sombras dos dias...

Nômade em sombrias madrugadas,

Sangrando saudades e agonias...

Deixo-lhe o meu amor!

Aquele que sempre lhe pertenceu!

E mesmo agonizante, em ansiedades,

À distância imposta, sobreviveu!

Deixo-lhe meu coração!

Um livro sempre aberto,

Permanece ali registrado

Todo o encantamento vivido,

Quando adormecia ao seu lado...

Deixo-lhe ainda como herança:

Antigos sonhos de felicidade,

Floradas orvalhadas de esperança,

Na luz mágica da eternidade...

Só não lhe deixo:

O sono do meu corpo,

Que nos vitrais estilhaçados das solidões

Quedou-se ao silêncio, morto,

Em agrilhoados porões!

Só levo comigo:

A magia que havia em seu olhar,

O seu primeiro sorriso,

Os fios prateados do luar

Onde seu abraço, era meu abrigo





BLOG AMIGOS DA ODA



quarta-feira, 21 de março de 2012

MEIO TERMO

 Acredito em sonhos, não em utopia. 
Mas quando sonho, sonho alto. 
Estou aqui é pra viver,
 cair, aprender, levantar e seguir em frente. 
Sou isso hoje, amanhã já me reinventei. 
Sou complexa, sou mistura. 
Me perco, me procuro e me acho. 
E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar.
 Não me doo pela metade, 
não sou tua meio amiga nem teu quase amor. 
Ou sou tudo ou sou nada. 
Não suporto meio termos. -

Clarice Lispector


BLUE EYES







Olhos Tristes


Olhos tristes,
Meu bem tem olhos tristes,
Como um profundo mar azul
Num dia triste e triste

Olhos tristes,
Meu bem tem olhos tristess
Quando a manhã chegar,
Eu estarei longe
E eu digo:
Olhos tristes, segurando as lágrimas,
Segurando a dor.
Meu bem tem olhos tristes
E ela está sozinha novamente



Olhos tristes,

Meu bem tem olhos tristes,
Como um nítido céu azul
Cuidando de mim
Olhos tristes, oh eu adoro olhos tristes,

Quando estou ao lado dela,
Onde eu desejo estar,
Eu verei
Olhos tristes sorrindo ao sol
Sorrindo na chuva
Meu bem tem olhos tristes.

E estou em casa novamente...


Olhos tristes sorrindo ao sol
Sorrindo na chuva
Meu bem tem olhos tristes,
E eu estou em casa novamente
ELTON JOHN



 






CATARATAS DO IGUAÇÚ




CLIQUE NO LINK ABAIXO


UMA MARAVILHA, ESPETÁCULO DA NATUREZA




 http://www.airpano.ru/files/brasil/iguasu/start_e.html



É MINHA FUNÇÃO




Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite.





É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.

Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.



Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.

Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.

Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.

Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus.

Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.

Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.

O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.

Tudo depende só de mim.



CHARLES CHAPLIN






ELABORADO POR J@NE @NTUNES EM 24/02/2012





segunda-feira, 19 de março de 2012

FRAGMENTADA


Fragmentada
Sou toda de sentimentos, retalhada.
De uma sensibilidade doída! Doida.
Assimetria reunida em totalidade.
Parcela de identidade num cosmo de vida!

Sou o desequilíbrio andante.
Uma plenitude desigual!
Sou equiparável lua em céu escuro...
De definidas fases... de magia irregular!

Sou matriz e filial.
Um tudo-nada que nada é!
Sou partícula de uma perfeita imperfeição.
Um alguém à procura de si!

Sou uma dose de amor
que se oferece ao tempo presente.
Sou um punhado de complexidade incoerente!

Sou porção de nada
que se transforma em tudo
para o Divino Rei da Criação!

DESCONHEÇO AUTORIA

MULHER


MULHER

Quando criança!
Vem a esperança
E ela nunca se cansa
De no amanhã acreditar.

Quando adolescente!
Do amanhã, faz o presente.
E quase sempre se sente pronta pra despertar.

Quando adulta!
Depois de muita luta
Acredita num futuro
Quase sempre mais seguro.
Mas sentindo como é duro,
ver o outro dia chegar,
Vai caminhando...
Seguindo em frente...
Seus problemas enfrentar.

Quando Idosa!
Cheia de experiência.
E com muita paciência,
Pode a todos ensinar
Que a essência da vida,
é pela vida passar.

Samara C. A. Santos

QUEM ÉS TU???



Quem és tú que trazes o cabelo solto?
Os olhos confiantes e sonhador?
O rosto em grande beleza envolto,
És a materialização do amor?

És alfa, és omega, és o infinito?
És a alma, enfim és o próprio céu?
És a encarnação do amor um mito?

Quem és enfim com teus olhos de mel?
Sonho, realidade ou fantasia?
Com todos os sonhos de eternidade,
És enfim a própria felicidade?

És uma musa e deusa da poesia?
Não poeta, toques-me se puder,
E verás que sou sómente mulher.

CARLOS WALTER

terça-feira, 13 de março de 2012

FAÍSCA MULHER

Corpo repleto de estradas,
Que levam a tantos refúgios.
Alma repleta de desejos,
Que indicam o caminho.



Bocas que afagam beijos,
Mãos que beijam seios,
Poros que exalam amor,
Homens que se perdem
...Em seus labirintos...


Mulheres são estrelas
A caminho do céu...
São rosas aflorando canções.
São mães, filhas, esposas,
Amantes, límpido mel!
Feras, anjos e constelações.

Mulheres são o âmago
Da mais sublime esfera.
Útero, átomo, toldos...
Yin Yang das crateras,
Da Lua e do sol envoltos.