domingo, 5 de maio de 2013

A VOLTA POR CIMA










A VOLTA POR CIMA




Extrapolei os sonhos!
Vivenciei as mágoas.
Convivi com fracos,
suportei os falsos.
Me mantive em pé,
mesmo com as pedras me atingindo em cheio.
Varri da alma a revolta ignóbil,
o desprezo inútil,
e a descrença falsa.
Reabri meu coração à vida.
Deixei reflorescer a ternura.
Olhei em volta e para o céu sem fim...
...me conformei com o mundo, me

conformei com a vida.
Com a vida e com o mundo...
...que mereci pra mim.
Obrigado, Senhor, pela volta que a vida me fez dar.
Aprendi a amar-te, sem mandamentos,
pela simples razão de te amar.

(sem menção de autor)